Sindicato vai cobrar proposta decente
para reajuste salarial no setor

2/8/2017 - quarta-feira

Na sexta (4), às 11 horas, haverá nova rodada de negociação salarial com os patrões do transporte de valores. As mesas-redondas com o sindicato patronal começaram no mês passado, mas, após duas reuniões com os representantes empresariais, não houve avanços no atendimento dos itens da nossa pauta de reivindicações.

A bancada patronal, como já prevíamos, está querendo endurecer a negociação. Na última rodada a bancada patronal ofereceu reajuste geral de apenas 2%, que sequer cobre a inflação. A taxa acumulada em 12 meses encerrados em junho pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPB/IBGE) foi de 2,56%.

A proposta foi rejeitada na mesa de negociação pela bancada dos trabalhadores, coordenada pelo presidente João Passos. “Apesar do momento ser difícil, principalmente depois da aprovação da reforma trabalhista que corta direitos, não vamos aceitar retrocessos. Já rejeitamos o reajuste abaixo da inflação e vamos cobrar uma proposta decente”, diz.

A data-base do segmento do transporte de valores é 1º de julho. A pauta deste ano foi aprovada em assembleias do setor, em todo o Estado, dia 31 de maio.

Itens - Os principais itens aprovados nas assembleis são: a) Aumento real de salário; b) Reajuste diferenciado para o setor administrativo; c) Tíquete-refeição de R$ 36,00 para todos; d) Incluir na Convenção Coletiva a vedação da terceirização no setor de transporte de valores e caixa-forte.

Mobilização - Pedimos a cada companheiro e companheira que fique em contato com o Sindicato, na sede e nas subsedes.

Informações ligue 3105.2486. Fale com nossos diretores.

Leia também
Clique na opção
 
Mande um e-mail para os diretores
 
 
Rua Francisca Miquelina, 98, Bela Vista, São Paulo. Telefone (11) 3105.2486. E-mail: sindforte@sindforte.org.br