Campanha salarial exigirá
empenho e participação

12/11/2017 - terça-feira

As negociações da campanha salarial dos trabalhadores em escolta armada começam efetivamente nesta quarta, dia 13, com a primeira rodada de negociação. O encontro será no sindicato patronal. Nossa pauta de reivindicações foi entregue aos patrões dia 29 de novembro. A data-base dos companheiros é 1º de janeiro.

Para o presidente João Passos, a campanha exigirá muita união, empenho e participação. Ele diz: “A negociação ocorre debaixo da nova lei trabalhista, que é muito prejudicial ao trabalhador. Vamos precisar de muita garra”.

O presidente lembra que, geralmente, a primeira mesa-redonda da campanha salarial serve para definir uma agenda de negociações. “O mais comum é que neste primeiro encontro não haja debate sobre os itens da pauta. Mas vamos deixar claro desde já que não aceitaremos retrocessos”, destaca João Passos.

O Sindicato destaca alguns itens importantes da nossa pauta:

1) Reajuste do INPC, mais 3%;

2) Vale-refeição de R$ 26,50, com distribuição nas férias;

3) Homologação no Sindicato;

4) Incluir cláusula na Convenção garantindo que qualquer negociação só poderá ser feita com a presença sindical;

5) Manter as demais cláusulas da Convenção atual.

Leia também
Clique na opção
 
Mande um e-mail para os diretores
 
Rua Francisca Miquelina, 98, Bela Vista, São Paulo. Telefone (11) 3105.2486. E-mail: sindforte@sindforte.org.br