Votação em segundo turno pode melhorar reforma da Previdência

964

A Câmara dos Deputados aprovou a primeira versão da reforma da Previdência. O texto foi encaminhado pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso por meio da PEC 06/2019.

Na primeira votação, os deputados aliados do movimento sindical conseguiram melhoras no texto original. Mas, se a reforma não for mudada, ela será muito ruim aos trabalhadores, especialmente à mulher.

As Centrais, principalmente a Força Sindical, têm procurado as lideranças de todos os partidos para pleitear melhorias. A meta é que, na votação em segundo turno, novos avanços sejam obtidos.

A lógica da reforma é: trabalhar mais tempo, contribuir por um período ainda maior e receber menos.

João Passos – Nosso presidente João comenta: “Não somos contra reformas. Mas não podemos aceitar que o trabalhador da ativa e o aposentado tenham perdas”.