Sindicato dos Trabalhadores em Serviços de Carro-Forte, Guarda, Transporte de Valores, Escolta Armada e seus Anexos e Afins do Estado de São Paulo

Palavra do Presidente

João Passos

joaopassos@sindforte.org.br

Conquista real, apesar da crise!

A crise é muito grave. Basta ver a situação do desemprego no seu bairro, na sua cidade. Na saúde, a pandemia complicou tudo. Na política, Bolsonaro e seus auxiliares vivem fabricando atritos. E o sindicalismo? Nós preferimos fazer o certo, que é cuidar da base. Por isso, temos boa notícia ao transporte de valores: o Sindicato conseguiu manter todos os direitos da Convenção Coletiva; reajuste pelo INPC; e mais 0,5% de aumento real. É muito? Eu digo que isso não é pouco. As categorias não estão conseguindo sequer o...

Cuidar da saúde e combater o vírus

Neste momento, o mais importante é preservar a saúde e salvar vidas. Para tanto, todos podemos colaborar, de forma individual ou coletiva, seguindo as orientações das autoridades. O Sindicato está atento à pandemia e nossos diretores seguem com os plantões rotativos, na sede e subsedes. Também estamos em contato com as empresas, cobrando medidas preventivas, higienização, EPIs e outros meios de proteção aos trabalhadores. Sendo assim, peço que façamos uma grande corrente de resistência, coragem e fé. A união tem força e poder. Acredite! João Passos – Presidente

Brasil precisa gerar empregos

A recessão econômica continua e o desemprego segue muito alto. Além do desemprego, cresce a informalidade. A cada dia há mais trabalhadores sem proteção ou cobertura previdenciária. O modelo econômico adotado pelo atual governo é errado, pois se baseia no corte de direitos e no arrocho salarial. Isso nunca deu certo em lugar nenhum do mundo. Este ano, haverá eleições pra prefeito. Fique atento e descarte candidato que não tiver propostas que geram emprego. Vamos exigir dos candidatos que assumam esse compromisso com o trabalhador e...

Fácil não está

Mas a gente resiste! Que ano difícil tem sido 2019! A recessão continua, o desemprego segue alto e as vagas que o mercado abre são quase sempre precárias - ou seja, pioram as condições de trabalho e cai o salário. E Bolsonaro parece que só pensa em duas coisas: cortar direitos trabalhistas e enfraquecer Sindicatos. Ora, sem Sindicato, o trabalhador vai recorrer a quem? Quem vai orientar, mobilizar, dar assistência jurídica e proteger direitos? Não se constrói nada pisando no trabalhador. Ao contrário: todo país desenvolvido valoriza o trabalho...

Está em vigor a Convenção Coletiva

Desde julho, está em vigor a Convenção Coletiva de Trabalho no transporte de valores. Ela vale por dois anos. Ou seja, todos os seus itens devem ser cumpridos pela empresa durante 24 meses. Foi uma vitória difícil conseguir montar nossa Convenção, garantindo-se Pisos, tíquete-refeição, convênio médico e diversos outros benefícios aos trabalhadores. Recomendo que você conheça cada vez mais a Convenção e não vacile se a empresa tentar desobedecer o que ela estipula. Se isso ocorrer, aviso de pronto o Sindicato. Um abraço! João Passos, presidente E-mail: joaopassos@sindforte.org.br

Hora de buscar a nossa parte!

Sindicato nenhum faz campanha salarial sozinho. As boas campanhas são aquelas em que o Sindicato coordena e a categoria participa, com fé e vontade. Portanto, faço aqui um chamamento. Chamo a que você participe, ajude a campanha - no começo, no meio, no fim. Até a vitória! O setor patronal do transporte de valores presta serviços a um segmento que ganha muito dinheiro: os bancos. O vigilante, o pessoal da sala de valores, os administrativos e todos os demais profissionais da categoria trabalham duro, correm risco, e...

Valorize a Convenção

Os direitos dos trabalhadores estão sendo fortemente atacados pelo governo e pelo Congresso. Exemplos: 1) A lei que ampliou as terceirizações; e 2) A reforma trabalhista que cortou direitos. O que fez o Sindicato nesse período? Resistiu. E o resultado é que conseguimos manter integralmente as Convenções Coletivas no transporte de valores e também na escolta. Mesmo sob fogo cerrado, fomos firmes e não perdemos um só direito. Também mantivemos a proibição do banco de horas na categoria. Companheiro(a): pela lei trabalhista de Temer, só não podem ser cortados...

Façamos a nossa parte!

Em nome da diretoria do Sindicato, agradeço a todos os funcionários de nossa sede, subsedes e Colônias de Férias pelo empenho em prol do SindForte e o bem-estar da categoria. Agradeço também a cada trabalhador e trabalhadora da base, em todo o Estado, e mando um abraço especial aos nossos sócios, porque o sócio é o esteio de uma entidade de classe. Quero desejar um Natal Feliz e de Paz às famílias da categoria e um Ano Novo pleno de saúde e realizações. O Brasil vive tempos...

Momento de participar

Começamos mais uma campanha salarial no setor de escolta. A campanha ocorre num período de troca de governo e fortes incertezas na economia. O que fazer? Participar ativamente da campanha. E pressionar para que os patrões atendam nossas reivindicações. Vamos precisar de forte mobilização nos locais de trabalho. Companheiro(a): a cada dia, crescem as agressões aos direitos trabalhistas. Portanto, precisamos estar unidos, mobilizados e com força pra resistir. 13º - Peço que você fique atento ao pagamento do seu 13º salário. Não aceite atrasos. Fique alerta. Exija que...

A união nunca valeu tanto

Companheiro(a): o uso frequente acaba desgastando o real sentido das palavras. Por isso, precisamos saber o que falar, quando falar, de que jeito falar e pra quem falar. É o caso da palavra união. Nós sabemos o quanto ela é importante na nossa vida particular e familiar. Mas a união precisa ser valorizada também na vida sindical. O que é uma categoria profissional? É a união de trabalhadores num mesmo ramo ou setor econômico. Os políticos tentam dividir o Brasil e a politicagem tenta jogar um brasileiro contra...