SindForte conquista vitória judicial a vítima de acidente de trabalho

34

Nosso Sindicato conquistou mais uma vitória judicial. Dessa vez, garantimos todos os direitos ao funcionário da Global Segurança e Vigilância, Marco Aurélio Camara Batista, vítima de acidente de trabalho.

Apesar de ter sido baleado no desempenho de suas funções e ter ficado com sequelas, o vigilante da escolta armada foi dispensado pela empresa.

Inconformado com a demissão, Marco Aurélio procurou o SindForte e foi prontamente atendido.

Coordenador do Departamento Jurídico, o dr. César Granieri explica: “Além de ficar com o projétil alojado, o trabalhador vivia à base de medicação. A empresa sequer levou isso em consideração. Por isso, pedimos sua reintegração”.

O advogado conta que o Sindicato perdeu em primeira instância. “Mas inconformado com a sentença, nosso Jurídico recorreu e obteve sucesso no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região”.

Em sentença assinada pelo juiz relator Luís Augusto Federighi, a empresa foi condenada a pagar ao trabalhador uma pensão vitalícia de 50% do salário do empregado, reajustada conforme reajustes da categoria; e indenização no valor de R$ 20.000,00 por danos morais.

Nosso presidente João Passos avalia como uma grande vitória o resultado da ação. Ele diz: “Conseguimos garantir todos os direitos do trabalhador e acima disso, assegurar a renda ao Marcos, que devido ao acidente de trabalho acumulou sequelas e danos físicos e morais pra toda vida”.