Aumento da categoria eleva Piso para R$ 2.653,52

249

Foi fechado na segunda-feira, dia 20 de junho, o acordo salarial para os trabalhadores nas empresas de transporte de valores. O Piso do vigilante condutor de carro-forte sobe para R$ 2.653,52, com o adicional de risco de vida correspondente a 30% do salário base. Subiu também o tíquete-refeição, que passa de R$ 16,92 para R$ 18,10.

João Passos, nosso presidente, afirma: “Vamos, agora, pressionar as empresas, em todo o Estado, a cumprir o acordo na íntegra, beneficiando os trabalhadores”.

O reajuste foi de 7% para todas as faixas salariais, a partir de 1º de junho, data-base da categoria. O aumento supera a inflação acumulada desde o reajuste anterior, já que nos últimos 12 meses encerrados em maio o INPC/IBGE ficou em 6,44%.

Pisos – Com o reajuste, o salário do vigilante de viatura passa de R$ 1.990,01 para R$ 2.129,31; o Piso do vigilante de base, com adicional de risco de vida de 12%, passa de R$ 1.074,72 para R$ 1.149,95; e os trabalhadores no setor administrativo receberão R$ 856,00. O valor de face do tíquete-refeição dos administrativos e vigilantes de base passou de R$ 14,50 para R$ 15,51.

Baixa – O prazo para o trabalhador interessado em fazer a comunicação de oposição ao desconto da contribuição assistencial foi fixado de 15 a 24 de junho, conforme critérios definidos no edital publicado no jornal Diário de S.Paulo, de 14 de junho de 2011.