Campanha salarial do carro-forte Julgamento da greve ainda não tem data marcada

196

Ainda está sem data definida o julgamento do dissídio de greve dos trabalhadores em transporte de valores do Estado de São Paulo. A categoria, com data-base em 1º de junho, paralisou as atividades nas principais garagens, na Capital e grandes cidades paulistas, dia 2 de julho. O movimento envolveu em torno de nove mil companheiros.

O processo, que será julgado no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 2ª Região, em São Paulo, está, no momento, em exame pelo Ministério Público do Trabalho.

Nosso presidente João Passos afirma: “Esperamos que até segunda-feira próxima, dia 23, tenhamos definida a data do julgamento”. Vamos informar a categoria assim quem a data for definida.

Pauta – Nossa pauta inicial incluiu reposição da inflação, aumento real de 7%; incorporação do Risco de Vida de 30% nas férias e 13º salário; aumento do VR/VA para R$ 25,00, para toda a categoria; fim do salário de ingresso; Piso de R$ 1.300,00 para sala de valores e administrativos; PLR ou PPR em todas as empresas; e fim do teto para aplicação do reajuste salarial no setor administrativo e chefias em geral.

Mais informações – Ligue no Sindicato (3105.2486).