Empresa que explora Administrativos tem até dia 1º pra parar com o abuso

439

O Sindicato tem procurado fazer acordos em conformidade com a Medida Provisória 936. Em todos os acordos, garantimos os empregos e procuramos preservar a renda dos companheiros. Só duas empresas da base – a Blue Angel e a Protege – preferiram não fazer esse tipo de acordo coletivo.

O acordo é uma forma de proteger o trabalhador e evitar abusos. Mas, infelizmente, tem patrão que abusa. Por exemplo: tem uma empresa que fez o acordo de redução de jornada, mas põe o pessoal do Administrativo pra trabalhar jornada normal ou até em jornada maior. Tá errado!

Por isso, o Sindicato mandou carta-convite pra uma reunião, onde vamos cobrar que se faça o certo. Se a empresa teimar, ela será denunciada ao Ministério Público do Trabalho.

Problemas – Patrão que age assim, querendo ser esperto, vai pagar essa conta lá na frente. Veja só: a empresa expande a jornada do funcionário e não paga hora extra. O que vai acontecer? O funcionário, no futuro, vai abrir processo e nosso Sindicato dará todo apoio a quem quiser processar o mau patrão.

Prazo – Essa empresa tem até 1º de julho pra consertar o que está errado e pagar os companheiros do Administrativo. Esse é o prazo-limite.