Escolta armada fecha acordo com ganho salarial e nos benefícios

511

Boa notícia para a categoria. Vai ser de 4,92% o reajuste salarial dos mais de três mil trabalhadores na escolta armada no Estado de São Paulo. O acordo está em vigor desde a data-base, em 1º de janeiro.

O reajuste supera em 0,15% o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) do período, que ficou em 4,77%. Com o acordo, melhoraram também os valores de benefícios importantes, como o tíquete-refeição, que aumentou de R$ 27,44 para R$ 29,50 – o aumento nesses benefícios é de 7,51%. Os trabalhadores também têm direito ao café da manhã na base operacional ou com o valor de R$ 6,43 por dia pago no vale-refeição.

Piso – A Convenção Coletiva de Trabalho foi integralmente renovada. O presidente João Passos alerta: “Os patrões jogaram pesado, queriam impor banco de horas e até reduzir o intervalo entre jornadas”. O Sindicato resistiu e todos os direitos estão preservados.

O Piso Salarial, com o Adicional de Periculosidade, passa a ser de R$ 2.435,08.