Festa de 1º de Maio da Força reúne mais de 1,5 milhão

123

A festa de 1º de Maio da Força Sindical na Praça Campo de Bagatelle, na Zona Norte de São Paulo, teve a presença de mais de 1,5 milhão de trabalhadores – que foram reivindicar a redução da jornada de trabalho para 40 horas, sem redução de salário e ampliação dos direitos trabalhistas. A festa do Dia do Trabalho, sábado passado, foi realizada em parceria com a Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB).

O presidente Lula e a ex-ministra Dilma Rousseff compareceram à festa, animada por apresentações de artistas populares – com mais de 20 shows – e sorteio de 19 carros e um apartamento. No evento, o presidente da Força Sindical e deputado federal, Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, resgatou as conquistas que os trabalhadores tiveram como a implantação de uma política de valorização do salário mínimo.

Lula defendeu a redução da jornada de trabalho para 40 horas, a fim de gerar mais empregos, além de fazer um balanço das conquistas obtidas pelo movimento sindical durante o seu governo. “Agora chegou a vez do povo trabalhador ganhar a sua fatia na riqueza nacional”, disse, lembrando que, em todos os anos da sua gestão, 90% dos reajustes salariais foram aumento real para os trabalhadores.

O evento também contou com a presença do ministro do Trabalho, Carlos Lupi, do presidente da Câmara, Michel Temer, o senador Aloisio Mercadante, e a ex-prefeita de São Paulo, Marta Suplicy. Nosso Sindicato marcou presença com uma delegação de vários companheiros da diretoria.