Por meio de lutas e negociações Pagamento de PLR e do Adicional de 30% já se alastra na base

222

Os trabalhadores da segurança privada estão numa fase de conquistas. Desde dezembro, está em vigor lei sancionada pela presidente Dilma que garante pagamento de Adicional de Periculosidade, à base de 30% do salário do trabalhador. Essa lei é resultado de mobilizações nacionais, lutas, greves ou negociações.

Em nossa base, no setor de transporte de valores, já tínhamos o Adicional de Risco, de 30% do Piso, graças a greve e a negociações. Esse benefício, agora, é para todos os que trabalham no segmento.

Outro avanço recente, graças à ação do Sindicato, foi aumentar o percentual do Adicional – para 30% – aos companheiros da escolta. Até dezembro, eles recebiam 27%. Por meio de negociação, nosso Sindicato conseguiu os 30%.

PLR – O presidente João Passos avisou que 2013 seria o ano da luta e conquista da PLR
(ou PPR) – Participação nos Lucros e/ou Resultados das empresas. Pois bem, o Sindicato mobilizou a base e, no transporte de valores, em todas as empresas, os companheiros agora têm direito à PLR.

Mas não foi um benefício que caiu do céu. Ao contrário, a extensão do pagamento da PLR ou PPR para empresas como Protege, Brinks, Blue Angel e outras só saiu por causa da nossa greve no início de fevereiro (de 5 a 8).

Demandas – O Sindicato agora põe pressão em novas demandas. Entre elas está garantir que os 30% do Adicional incidam nas férias, 13º e abono de férias. O SindForte já está convocando empresas para as negociações. Em breve, teremos novidades. Você será informado.

Participe – Companheiro(a): o Sindicato tem força. Mas a nossa força verdadeira vem da base, do seu apoio, da sua participação. Procure o SindForte, na sede ou nas subsedes. Vamos em frente, sempre conquistando mais.