Pressão sindical reduz descontos

255

Desde janeiro de 2009, o trabalhador está pagando menos Imposto de Renda (IR) sobre os salários. A correção de 4,5% na tabela do IR, acompanhada da criação de mais duas faixas (alíquotas), foi anunciada pelo governo em 11 de dezembro de 2008.

As melhorias decorrem da pressão sindical, principalmente das Marchas a Brasília, coordenadas pelas Centrais Sindicais, em dezembro último.

O dr. César Graniéri, advogado do SindForte, lembra que o trabalhador ficará com mais dinheiro no bolso. Ele analisa: “As mudanças reduzem o abuso do imposto sobre os salários”.

Mudanças – Com a atualização de 4,5% na tabela, o limite de isenção passou de R$ 1.372,81 para R$ 1.434,59. Mais: o governo criou as alíquotas de 7,5% e de 22,5%. Isso também reduziu descontos.

Atenção – Fique de olho no seu holerite, pois o desconto do IR ficou menor em janeiro. Faça a simulação no site da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br).