Protesto contra violência repercute em todo o País

175

Repercutiram em todo o País nossos dois grandes protestos, realizados dia 23, contra ataques a carros-fortes e a trabalhadores no transporte de valores. O chamado “Dia do Chega”, em Campinas e Ribeirão Preto, foi divulgado com destaque em emissoras de TV, jornais, rádios e sites noticiosos. Nosso presidente João Passos afirma: “A imprensa teve sensibilidade e deu a devida repercussão a um protesto justo. O Sindicato e os trabalhadores da Prosegur, Brinks, Protege e Blue Angels fizeram a sua parte”. Não temos poder de fazer a parte do governo do Estado e da Polícia Federal. Mas vamos pressionar os patrões para que façam a parte deles. João critica: “As empresas precisam se engajar nessa luta, a fim de proteger a vida dos trabalhadores e seu próprio patrimônio”.

Atos – O “Dia do Chega” começou por volta das 5h30 da manhã nas garagens das empresas, em Campinas e Ribeirão. A partir da concentração, os trabalhadores saíram em passeata pelas duas cidades. João observa: “A população acenava e aplaudia. O povo sabe que a nossa insegurança é a mesma que atinge os cidadãos, todos os dias”.

Mulheres – As duas manifestações tiveram grande presença feminina, marcando a entrada das trabalhadoras nas lutas e manifestações da categoria. Mesmo grávidas participaram e fizeram questão de caminhar com os demais companheiros até o local de concentração – em Campinas, no Largo do Pará, em Campinas.

Calma – Os trabalhadores, mais uma vez, demonstraram preparo e maturidade. Não houve um único incidente. A Polícia Militar, a Guarda Municipal e a Polícia Rodoviária deram o necessário suporte.