QUEREMOS CORREÇÃO NO FGTS. MAS DEPENDEMOS DO SUPREMO

349

Essa questão da possível mudança na correção do Fundo de Garantia (FGTS) mexeu em vespeiro. Tá todo mundo querendo saber se haverá mudança, qual índice se adotará e quanto cada um poderá receber a título de compensação.

O Sindicato também gostaria muito de ter essas respostas. Acontece que nós todos estamos na dependência do STF – Supremo Tribunal Federal.

Haveria julgamento de ADI dia 13 deste mês. Mas o julgamento foi adiado e não se sabe pra quando. A gente espera que não demore. Esperemos também que saia a TR (Taxa de Referência) e entre um índice melhor, ou seja, o INPC/IBGE ou o IPCA Especial.

PROCESSO – De todo modo, nossa categoria não está descoberta, pois o Jurídico do Sindicato, tempos atrás, moveu ação coletiva em nome dos trabalhadores.

ARAPUCA! Rapaz, foi só sair a notícia de julgamento no Supremo que os milagreiros reapareceram, ofertando ações rápidas ao custo de R$ 1 mil per capita. Arapuca total. Até porque o rito processual de Chico é o mesmo de Francisco.

Confie no seu Sindicato. Informe-se no Sindicato. Siga o que os advogados do Sindicato orientam.

Mais – Sede, (11) 3105.2486; subsede Campinas (19) 3236.8562; Bauru (14) 3234.2752; São José do Rio Preto (17) 3234.2130; Santos (13) 3232.1364; Presidente Prudente (18) 3221.3766; e Ribeirão Preto (16) 3610.5960.