Reajuste salarial do carro-forte e demais companheiros supera inflação

279

O nosso Sindicato fechou o acordo coletivo dos trabalhadores em transporte de valores em todo o Estado, na segunda-feira (28), conquistando aumento real de salário para vigilantes de carro-forte, vigilantes de base, sala de valores, tesouraria e administrativos.

Os reajustes, de acordo com as funções, ficaram em 6,5 e 8,49%. A inflação (INPC/IBGE) acumulada nos últimos 12 meses até a data-base (1º de junho) fechou com índice de 5,31%. Houve aumento real também no valor do tíquete-refeição.

Nosso presidente João Passos afirma: “As negociações foram tensas, inclusive com a possibilidade de paralisação da categoria, mas conseguimos ganhos reais que aumentam o poder aquisitivo do trabalhador e ajudam a melhorar a qualidade vida da família vigilante”.

Piso – O reajuste para os companheiros do carro-forte foi de 6,5%, com ganho real de 1,19%. Com o aumento, o Piso do vigilante condutor passa de R$ 1.791,21 para R$ 1.907,63. A remuneração básica, com adicional de risco de vida chega a R$ 2.479,91.

Uma das principais bandeiras da nossa campanha salarial foi o reajuste maior para sala de valores, tesouraria e administrativos, visando recompor a base de remuneração dos companheiros. A reivindicação saiu vitoriosa, pois o reajuste ficou em 8,49%, com ganho real de 3,18%. Os novos salários valem a partir de 1º de junho.