Revisão da vida toda depende do STF. Não se precipite!

298

O Supremo Tribunal Federal julga ação que pode ter forte impacto na Previdência, com ganhos pra um grande número de aposentados. Trata-se da chamada “revisão da vida toda”. Caso prevaleça o entendimento pró-revisão, muitas aposentadorias poderão ser recalculadas, levando-se em conta contribuições previdenciárias anteriores a 1994.

Situação – Como está o julgamento da revisão da vida toda? Na sexta, o placar no STF estava em 5×5. O ministro Alexandre Moraes pediu vistas ao processo e, portanto, não há data definida para o julgamento.

Segundo nosso advogado, dr. César Graniéri, “o voto do ministro Moraes será decisivo, a favor ou contra”. Esperamos que seja a favor, mas o governo não tem interesse em que isso aconteça, pois teme desembolsar altos valores aos aposentados.

Dr. César Graniéri, responsável pelo jurídico do SindForte

Cuidados – Mal saiu a notícia do processo no STF e os aposentados começaram a receber cartinhas de escritórios, que se dizem especializados. Segundo corre na praça, cobram R$ 1 mil pra iniciar os procedimentos. Sem qualquer garantia.

Fique ligado: isso é arapuca. Nosso presidente João Passos adverte: “É o mesmo golpe do Fundo de Garantia. Mas, enquanto o Supremo não decidir, nada pode ser feito. E se o Supremo decidir que sim os advogados do Sindicato cuidarão de cada caso”.

ACESSE – http://portal.stf.jus.br/