SindForte mantém funcionamento da sede e subsedes

375
Intensificamos os procedimentos de segurança

 

O governo de São Paulo regrediu todo o Estado à fase vermelha. A medida entrou em vigor sábado (6) e deve permanecer até o dia 19 de março. O anúncio foi feito pelo governador João Doria (PSDB) na última quarta (3).

O SindForte manterá o atendimento presencial e on-line, mas intensificará os procedimentos de segurança, como aferição de temperatura, higienização, distanciamento e uso obrigatório de máscaras. O funcionamento da sede e subsedes é de segunda a sexta, das 8 às 17 horas.

Nosso presidente João Passos explica: “Os serviços de escolta armada e transporte de valores são essenciais, não podem parar. Por isso, continuaremos com nosso atendimento para dar assistência aos trabalhadores. Caso a pessoa procure a sede ou uma das subsedes, será atendido dentro dos procedimentos, inclusive com medição de temperatura”.

Desde o início da pandemia, o Sindicato tem negociado com o setor patronal medidas de proteção e segurança para preservar a vida dos trabalhadores e seus familiares. “As empresas têm feito um bom trabalho, implantando escalas, a fim de evitar aglomerações; higienizando equipamentos, veículos e disponibilizando álcool gel, entre outras ações”, afirma João Passos.

Segundo nosso presidente, apesar de não poder comparecer na base, o Sindicato está alerta. “O mais importante de tudo é cuidar da saúde e preservar a vida. Não podemos visitar as garagens e as empresas, mas estamos atentos e com toda a nossa equipe à disposição”, garante.

Diretores Leonel e De Luiz, com o aparelho. Ao fundo, o presidente João

Denuncie – Se a sua empresa não garante higiene, máscaras, EPIs e medidores de temperatura, denuncie ao Sindicato. Na sede, o telefone é (11) 3105.2486; na subsede de Campinas (19) 3236.8562; Bauru (14) 3234.2752; São José do Rio Preto (17) 3234.2130; Santos (13) 3232.1364; Presidente Prudente (18) 3221.3766; e Ribeirão Preto (16) 3610.5960.