SindForte reivindica direitos na 6ª Marcha a Brasília

155

Nossos diretores Alexsander Gomes da Silva (Titanic) e Miguel José Mauro representaram nosso Sindicato na 6ª Marcha da Classe Trabalhadora, realizada em Brasília dia 11 de novembro. A manifestação, liderada pela Força Sindical e demais Centrais, reuniu mais de 50 mil trabalhadores de todo o País, que ocuparam a Explanada dos Ministérios com uma grande passeata e ato político em frente ao Congresso Nacional.

As principais reivindicações foram redução da jornada semanal de trabalho de 44 para 40 horas, fim do fator previdenciário e aprovação da política de valorização do salário mínimo. Após o ato, a pauta da 6ª edição da Marcha foi entregue ao presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, ao presidente do Senado, José Sarney, e ao ministro do trabalho, Carlos Lupi.

Vigilantes – Nos dias 20 e 21 de outubro, nosso Sindicato também participou da 2º Marcha dos Vigilantes a Brasília, que levou ao Congresso Nacional e ao governo federal bandeiras como pagamento de adicional de risco para todos; volta da aposentadoria especial do vigilante, aos 25 anos de contribuição; proibição do malote de tinta; criação de um fundo para garantir as verbas rescisórias nos casos de falência fraudulenta e calote de empresas.

Avaliação – Nosso presidente João Passos ressalta que para haver conquistas é preciso pressão. Ele afirma: “Muitas são as reivindicações. E o Sindicato está na luta para obter vitórias. As duas Marchas demonstram a unidade do sindicalismo brasileiro na busca de conquistas e direitos para a classe trabalhadora”.

Mais lutas do Sindicato

SindForte nas ruas pela redução da jornada para 40 horas

Luta pelas 40 horas prossegue a todo vapor