Sindicato consegue na Justiça reintegrar funcionária na TecBan

219

O Sindicato conseguiu na Justiça reintegrar no trabalho a companheira Aline Cristina Tertuliano, funcionária da TecBan (Tecnologia Bancária ), no Bairro do Limão, em São Paulo. Aline foi demitida indevidamente, pois quando gozava de estabilidade por estar grávida e pertencer à Cipa (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes). Ela voltou ao trabalho dia 14 de junho (foto).
A empresa dispensou Aline Cristina alegando que a gravidez não lhe garantia estabilidade, pois havia sido contraída enquanto a trabalhadora estava em período de experiência. Na Cipa, Aline havia ficado entre os quatro mais votados. Porém, a empresa não queria aceitar a estabilidade, alegando que só reconhece dois membros titulares na Comissão.

Prova – O SindForte tentou negociar a volta da companheira. Mas, ante a intransigência da empresa, o SindForte entrou com ação na 55ª Vara do Trabalho de São Paulo, com pedido de antecipação de tutela.

Nosso Sindicato provou que as alegações da TecBan eram furadas e obteve liminar de reintegração, deferida dia 10 de junho, pelo juiz João Felipe Pereira de Sant’Anna.