Trabalhador em escolta sai de zero e alcança 30% de Adicional (Sindicato parabeniza companheiros pela conquista)

148

Os trabalhadores em escolta armada do Estado de São Paulo passarão a receber 30% de Adicional de Risco de Vida. O benefício, assegurado em acordo coletivo firmado entre nosso Sindicato e a entidade patronal, já está em vigor desde 1º de janeiro.

Diz o Item 5 do acordo: “O Adicional de Risco de Vida, devido nos termos da Cláusula 12ª, passa a ser devido, a partir de 1o de janeiro de 2013, no valor de R$ 361,27 ao mês, calculado em percentual de 30% sobre o novo piso salarial do Vigilante de Escolta Armada”.

Nosso presidente João Passos comemora: “Em vez de esperar ato administrativo do Ministério do Trabalho, tratamos de negociar direto com o setor patronal. E deu certo. Nosso Adicional sobe de 27% para 30% e incidirá também sobre férias, 13º salário, Fundo de Garantia e outras verbas a que o trabalhador tem direito”.

História – Até 2003, o trabalhador em escolta nada recebia de Adicional. A situação começou a mudar em 2002, quando nosso Sindicato (SindForte) passou a representar a categoria. Na primeira negociação, em 2003, já garantimos 15% de Adicional.

João – Nosso presidente João Passos comemora: “Foi a luta persistente do Sindicato, com apoio dos trabalhadores, que garantiu essa conquista. Saímos do zero a chegamos 30%. Estou muito feliz com essa vitória”.