Vigilantes unificam bandeiras da categoria

159

A 9ª Conferência Nacional dos Vigilantes, realizada em Salvador nos dias 11 e 12 de dezembro, com a presença de dirigentes sindicais de todo o País, definiu uma série de orientações para as negociações coletivas e outras lutas dos vigilantes e demais trabalhadores da segurança privada no próximo ano.

Um dos pontos do debate foi a continuidade da luta pela aprovação dos projetos de lei que instituem o pagamento de adicional de risco de vida de 30% aos vigilantes de todo o País, com a realização da campanha “Risco de vida Na Lei ou na Marra”.

A reposição das perdas salariais com acréscimo de ganho real e Piso salarial único dominou o debate sobre as campanhas salariais.

O Dieese apresentou um balanço das negociações salariais realizadas em 2009, apontando que o percentual de acordos com reajustes iguais ou acima da inflação aumentou em relação a 2008. Para o Dieese, a tendência em 2010, com o aquecimento da economia, é favorável às negociações coletivas e à elevação dos salários.

Pressão – O presidente João Passos destaca: “A decisão de unificar nossas reivindicações em todo o País vai aumentar a pressão sobre os patrões, abrindo o caminho para obtermos resultados concretos”. Além do nosso presidente, os diretores Miguel José Mauro (Maurão), Amaury Andrade e Alexsander Gomes da Silva (Titanic) participaram do evento.